Saúde

Idoso pode ter sido a 5ª vítima fatal da dengue em Dourados neste ano

Morte ocorrida nesta semana no Hospital do Coração teve dengue hemorrágica apontada como causa em laudo médico

Dengue tem três mortes confirmadas e duas sob suspeita em Dourados (Foto: A. Frota) Dengue tem três mortes confirmadas e duas sob suspeita em Dourados (Foto: A. Frota)

O falecimento de um idoso de 80 anos, ocorrido nesta semana no Hospital do Coração, pode ter sido o quinto provocado pela dengue em Dourados desde o início deste ano. O laudo médico obtido pela 94FM aponta a variação hemorrágica da doença com causa da morte. Além desse, outro óbito, de uma mulher de 47 anos no início do mês, segue sob investigação das autoridades estaduais. 

Desde que 2019 começou, a maior cidade do interior de Mato Grosso do Sul confirmou três mortes decorrentes da dengue. No dia 22 de março, faleceu um menino de 11 anos. No dia 26 daquele mesmo mês uma mulher de 58 anos morreu pelo mesmo motivo. A mais recente vítima fatal confirmada, até agora, foi uma idosa de 87 anos, falecida em 4 de abril.

Nos dois casos ainda sob suspeita, da mulher de 47 anos falecida no dia 2 de maio e agora desse idoso de 80 anos morto nesta semana, a confirmação da dengue como causa depende de análise em amostra de sangue pelo Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública) de Mato Grosso do Sul.

Além das três mortes confirmadas em Dourados, Mato Grosso do Sul teve outras sete em Campo Grande (um idoso de 72 anos em 27 de janeiro, outro de 78 anos em 14 de março, uma idosa de 93 anos em 10 de abril, um menino de 5 anos em 25 de fevereiro, um bebê de um ano em 28 de março, uma menina de 7 anos em 10 de abril, e uma mulher de 35 anos em 19 de abril), três em Três Lagoas (um mulher de 56 anos em 10 de fevereiro, outra de 76 anos em 13 de fevereiro, e um homem de 79 anos em 25 de março), um em Maracaju (homem de 35 anos em 7 de abril), e um em Ponta Porã (um homem de 40 anos em 6 de abril), e um em Corumbá (uma jovem de 18 anos em 29 de abril). 

DOURADOS

No mais recente Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde, com dados consolidados até o dia 2 de maio, Dourados figura com 723 casos confirmados de dengue. Com três mortes confirmadas e agora duas sob suspeita, a doença já chegou a 1.908 notificações desde o início deste ano no município. 

Com incidência acima de 300 casos para cada grupo de 100 mil habitantes, classificada como alta, Dourados também aparece numa lista de 2.160 municípios brasileiros com alerta para o risco de surto de zika e chikungunya. A informação é do Ministério da Saúde, que analisou dados sobre o índice de infestação do Aedes aegypti, mosquito transmissor dessas três doenças.

Comentários