Política

Prefeito Marcos Pacco e vereadores levam reivindicações ao governador Reinaldo Azambuja

O gestor de Itaporã, Marcos Pacco, apresentou ao governador Reinaldo Azambuja projetos para asfaltar dois bairros da cidade.

Prefeito Marcos Pacco e vereadores levam reivindicações ao governador Reinaldo Azambuja - Assecom Prefeito Marcos Pacco e vereadores levam reivindicações ao governador Reinaldo Azambuja - Assecom

O prefeito Marcos Pacco, acompanhado de uma comitiva composta de vereadores, gerentes municipais e o vice-prefeito Roberto Marsura, foi recebido em audiência na manha desta quinta feira pelo governado Reinaldo Azambuja no projeto Governo Presente que esta acontecendo na cidade de Dourados. 

Além do vice e dos gerentes municipais, estiveram com o prefeito os vereadores: Cascatinha, Marley do Hospital, Lindomar, Givanildo, Dico, Márcio Lobo, Lourdes Struziati e a presidente da câmara de vereadores Célia Frota.

Esta audiência fez parte da iniciativa do governador em receber as demandas de prefeitos e vereadores de 17 cidades da região, para acolher as solicitações prioritárias para realizar o planejamento de obras e ações do governo do estado para os próximos três anos. O prefeito entregou ao governador um ofício pedindo o direcionamento de recursos em torno de 5,0 milhões de reais para a execução de obras no município, tendo como prioridades, a drenagem de águas pluviais e pavimentação asfáltica em várias ruas da cidade.  

O prefeito Marcos Pacco agradeceu o governador pela receptividade e disponibilidade em direcionar recursos de grande importância para a população, como já vem fazendo ao longo de sua gestão. Atendendo ao pedido do gestor, o prefeito Marcos Pacco já acionou sua equipe técnica para ultimar os projetos que serão encaminhados ao governo do estado. “O governador reiterou que está levantando todas as demandas e prioridades da população que serão transformadas em entregas. Isso nos deixa feliz, pois, sabemos que o governador mantém seu compromisso com nosso município.” Finalizou Pacco.

Fonte: Walter Ramos/Assecom

Comentários