Política

Marcos Pacco estará amanhã com governador para tratar sobre os prejuízos causados pela tromba d’água

Marcos Pacco estará amanhã com governador para tratar sobre os prejuízos causados pela tromba d’água Marcos Pacco estará amanhã com governador para tratar sobre os prejuízos causados pela tromba d’água

Visitando os locais que foram atingidos pela tromba d’água que caiu durante as primeiras horas e manhã de terça feira (12) em Itaporã, O prefeito Marcos Pacco informou que nesta quinta feira (14) estará com o governador do estado para tratar sobre as providências emergenciais que deverão ser tomadas nas próximas horas.

De imediato uma equipe da prefeitura de Itaporã formada por servidores da gerência de obras, serviços urbanos, assistentes sociais e psicólogos, estão em campo levantando os prejuízos causados.

Segundo o prefeito, equipes da defesa civil do estado estarão no município fazendo uma ampla avaliação, para ver se há necessidade de decretar estado de emergência.

O prefeito que esteve na casa civil na terça feira, não descarta esta possibilidade, haja vista, o grande prejuízo registrado com deslocamentos de pontes, estradas interditadas, mais de 30 famílias que perderam seus pertences e animais entre outros prejuízos que em pouco mais de uma hora causou este fenômeno em Itaporã.

Outra grande preocupação é quanto à dificuldade na coleta de lixo, pois, as estradas que levam para o transbordo (deposito do lixo), estão interditadas, e por isso a prefeitura esta utilizando todos os caminhões dop arque rodoviário para fazer a coleta e esperar que as águas abaixem e assim  dar o destino final do lixo.

Uma alternativa de um local improvisado para colocar o lixo até que situação se normalize também esta sendo viabilizada. O Prefeito Marcos Pacco comentou que vive em Itaporã há 60 anos, e nunca presenciou uma situação como esta que pegou todos de surpresa. O prefeito lamentou o acontecido, e reiterou que o município estará atento para tomar todas as providências necessárias para amenizar os efeitos causados por esta forte e atípica chuva que caiu sobre Itaporã.

Fonte: Walter Ramos/Asseco

Comentários