Política

Em nova dispensa de licitação, obra da Presidente Vargas gasta mais R$ 360 mil

Com as duas dispensas de licitação já realizadas, a Prefeitura de Dourados comprometeu R$ 857.437,75, o que deixa um saldo de R$ 14.390,13 no convênio firmado com governo estadual

Contratos para obra da Avenida Presidente Vargas já somam R$ 857.437,75 (Foto: André Bento) Contratos para obra da Avenida Presidente Vargas já somam R$ 857.437,75 (Foto: André Bento)

A obra de recuperação do trecho da Avenida Presidente Vargas interditado desde o dia 2 de abril teve nova dispensa de licitação feita pela Prefeitura de Dourados. Desta vez, R$ 360.880,00 repassados via convênio pelo governo estadual foram aplicados na aquisição de galeria celular pré-fabricada de concreto armado (aduela), por onde o Córrego Laranja Doce poderá transcorrer sob a pista. 

Essa venda foi feita pela Concrevale Concretos LTDA por meio da Dispensa de Licitação nº 026/2019. De acordo com o extrato do contrato nº 244/2019/DL/PMD, publicado na edição desta terça-feira (9) do Diário Oficial do Município, esse vínculo contratual tem vigência de 4 de julho até 9 de setembro.

A dispensa de licitação foi possível graças ao decreto de emergência publicado dia 20 de maio a prefeita Délia Razuk (PL) em virtude do desmoronamento da canalização do Córrego Laranja Doce, que passa sob a Avenida Presidente Vargas. A justificativa da gestora era justamente ter mais celeridade nas contratações para finalizar a obra até setembro.

Em 6 de junho a prefeitura já havia contratado a Planacon por R$ 496.557,75 como empresa especializada em engenharia para execução de serviços de infraestrutura para reconstrução de macrodrenagem para transposição do Córrego Laranja Doce, microdrenagem de águas pluviais e pavimentação asfáltica, na Avenida Presidente Vargas (Parte) x Travessia do Córrego Laranja Doce, no Município de Dourados.

Todo o recurso aplicado na obra é proveniente do Convênio nº 005/2019-SGI/COVEN nº 29.199/2019, celebrado entre município e Estado através da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) no dia 16 de maio.

Ao todo, o Governo de Mato Grosso do Sul garantiu o repasse de R$ 871.827,88 em duas parcelas iguais, de R$ 435.913,94. Com as duas dispensas de licitação já realizadas, a Prefeitura de Dourados comprometeu R$ 857.437,75, o que deixa um saldo de R$ 14.390,13.

Comentários