LEGISLATIVO

Após morte de idoso, vereadores vão à Casa da Acolhida fiscalizar o local

Alan Guedes, vereadores e o coordenador da Casa da Acolhida durante visita - Crédito: Thiago Morais/Assessoria Alan Guedes, vereadores e o coordenador da Casa da Acolhida durante visita - Crédito: Thiago Morais/Assessoria

O presidente da Câmara de Dourados, Alan Guedes (DEM), visitou na manhã desta quinta-feira (10), acompanhado dos vereadores Sergio Nogueira (PSDB), também presidente da Comissão de Assistência Social, Olavo Sul (Patriotas) e Maurício Lemes (PSB), a Casa da Acolhida. Eles foram até o local para fiscalizar e obter informações sobre o serviço realizado no município, que oferece hospedagem temporária para pessoas.

De acordo com Alan, a motivação foi a morte de um idoso de 63 anos, encontrado nas dependências da Casa da Acolhida no dia 7 de janeiro.

O coordenador do abrigo, Eugênio Lins, acompanhou os vereadores pelo local e ressaltou que a Casa da Acolhida atende, em média, 15 pessoas por diariamente e há 15 servidores no local, sendo nove efetivos. Ele ainda apresentou uma versão preliminar sobre o ocorrido, visto que ainda são esperados os resultados da perícia.

O coordenador também explicou que, após o ocorrido, os procedimentos internos do abrigo foram alterados e espera o resultado de sindicância da Prefeitura de Dourados para tomar as devidas providências.

 “É uma situação muito delicada. Vemos que a Casa da Acolhida tem feito importante trabalho, porém acredito que a situação precisa ser investigada com cuidado e as providências tomadas, para que não se repita”, comentou o presidente da Casa de Leis.

Os vereadores afirmaram que acompanharão a situação. “Queremos que tudo seja esclarecido, para que o serviço volte a sua normalidade”, disse Sergio Nogueira.

Comentários