Procon

Procon de Itaporã alerta sobre golpe aplicado por suposta Recuperadora de Crédito

Procon: Suposta Recuperadora de Crédito aplica golpe em Itaporã - Fotos: Ferrari News Procon: Suposta Recuperadora de Crédito aplica golpe em Itaporã - Fotos: Ferrari News

O Procon de Itaporã encaminhou na última terça-feira (07), uma denúncia de suposto estelionato para a Delegacia d Polícia de Itaporã apurar os fatos.

C.A.S., de 48 anos procurou o Procon de Itaporã, para denunciar que após ver em um canal de TV uma propaganda sobre empréstimo, resolveu ligar no 0800 606 4692 pertencente a Líder Recuperadora de Crédito.

Segundo o denunciante, não foi possível completar a ligação, porém em seguida ele recebeu uma ligação do número (31) 98284-5672, onde o interlocutor se identificou como Luiz Carlos, representante da empresa Líder, onde foi passado diversas opções de empréstimo e valores disponível.

Foi acordado fazer um empréstimo no valor de R$ 15.000,00 à ser pago em 48 parcelas. O interlocutor disse que como o denunciante não possuía fiador e demais garantias, era necessário contratar uma espécie de seguro fiança, que para isso era necessário efetuar um depósito bancário no valor de R$ 750,00, em uma conta bancária da Caixa Econômica Federal nº 50.855-1 da Agência 1631-4 em nome de Reinaldo Acácio Alves.

Após efetuar o depósito, o mesmo foi informado que no dia seguinte receberia o em sua conta bancária o crédito de R$ 15.000,00 e o comprovante do seguro fiança seria encaminhado via Correios.

Como no dia seguinte o valor não foi creditado, entrou em contato com através do celular, sendo informado que houve um problema burocrático e que o mesmo deveria efetuar outro depósito de R$ 750,00, momento em que percebeu ter sido vítima de um golpe.

A vítima procurou o Procon de Itaporã, onde foi encaminhado para a Delegacia de Policia para abertura de um inquérito policial, pois é imprescindível a abertura do processo criminal para a investigação e identificação do(s) estelionatário(s), para que assim possa notificar para abertura do processo administrativo, visando o ressarcimento.

Segundo a Dra. Paula Sabino Doreto coordenadora do Procon em Itaporã, “as pessoas devem se inteirar  mais das propagandas publicitárias, podendo procurar inclusive o Procon de sua cidade, ressaltando ainda que toda matéria de Direito do Consumidor tem responsabilidade tripla, ou seja Civil, Administrativa e Criminal”.

Comentários