Economia

Preço da carne varia até 137% em Dourados, diz pesquisa do Procon

Foto: Reprodução Foto: Reprodução

O setor de fiscalização do Procon realizou ontem (16) coleta de preço de carne praticado em 18 estabelecimentos de Dourados. Foram pesquisados carne bovina, suína, aves e ovinos.

A diferença encontrada entre o menor e o maior preço praticado nos estabelecimentos chegou a 137,34%, no lombo de porco e 117,56% na coxa e sobrecoxa.

A picanha apresentou variação de 88,45% entre o menor e o maior preço (menor: R$ 32,90 e maior: R$ 62). No patinho a diferença encontrada entre o menor e o maior preço foi de 105,79%.

Na carne de frango as fiscais encontraram diferença de até 90,34% no peito com osso.

A menor variação de preços foi de 17,70% na paleta ovina, ofertada com menor preço de R$ 33,90 e maior preço de R$ 39,90.

Considerando os produtos encontrados em todos os estabelecimentos da pesquisa a diferença entre o menor preço e o maior preço foi de 78,2%.

O Procon alerta para os consumidores exigirem que da carne seja retirado todas as impurezas, sebos e pelancas e observar a cor e o modo de conservação do produto.

Qualquer dúvida ou reclamação ligue 151 ou 3411-7754.

Veja a pesquisa completa aqui

 

Comentários