MS

Estado assina contrato e mantém folha de pagamento dos servidores com o Banco do Brasil

Foto: Chico Ribeiro Foto: Chico Ribeiro

O Governo do Estado renovou o contrato com o Banco do Brasil para venda da folha de pagamento dos 74.624 servidores públicos. A negociação vai permitir a entrada de R$ 165 milhões para o caixa estadual. O extrato foi publicado na página 1 da edição do Diário Oficial do Estado, (DOE) nesta quinta-feira (29.11).

O governador Reinaldo Azambuja explicou que o acordo de renovação com o banco é de R$ 165 milhões, sendo que R$ 33 milhões serão pagos ainda neste ano e parcela do mesmo valor será repassada em janeiro de 2019. O restante, R$ 99 milhões, será pago em 46 vezes.

O governado Reinaldo Azambuja justifica que a escolha pela renovação com o Banco do Brasil atendeu ao pedido dos servidores. Ele ainda diz que o bom atendimento e as condições de negociação oferecidas pelo banco contribuíram para a decisão.

“Depois de uma extensa negociação, que envolveu a presidência, nós fechamos a venda da folha de pagamento”, detalha. No próximo dia 30 o Estado deposita o salário referente ao mês de novembro, no total de R$ 360 milhões.

Contrato

O contrato tem prazo de 60 meses, incluindo, em caráter de exclusividade, a folha de pagamento dos servidores ativos e inativos, pensionistas e estagiários, “ou seja, qualquer pessoa que mantenha vínculo de remuneração com o Estado”.

O acordo ainda prevê a centralização e processamento da movimentação financeira de todas as contas correntes do Estado e dos recursos provenientes de transferências legais e constitucionais, bem como de convênios. Pelos serviços prestados, o Governo do Estado paga taxa administrativa de R$ 6,3 milhões, em única parcela, válida para o período de 5 anos de vigência do contrato.

Comentários