Home / Destaque / Polícia apreende fuzis, pistolas e munições em casa de estudante de engenharia em Santa Cruz do Sul

Polícia apreende fuzis, pistolas e munições em casa de estudante de engenharia em Santa Cruz do Sul

Homem de 26 anos foi preso. Foram localizados ao menos 15 fuzis russos, romenos e americanos, além de 22 pistolas, no apartamento do estudante.

G1 RS e RBS TV

Arsenal de armas é encontrado em casa de estudante de Engenharia, em Santa Cruz do Sul – Foto: Divulgação

A Polícia Civil de Santa Cruz do Sul, no Vale do Rio Pardo, apreendeu dezenas de armas durante uma operação realizada na manhã desta sexta-feira (27). O armamento estava no apartamento de um estudante de engenharia, que foi preso durante a ação.

Jerônimo Jardim Lopes, de 26 anos, foi preso em flagrante – Reprodução/Facebook

Jerônimo Jardim Lopes, o Japa, de 26 anos, recebia R$ 10 mil mensais para ser guardião do armamento. Delegado afirma ser a maior apreensão de armas da história no estado.

As armas, conforme a polícia, são de uma facção criminosa que atua na cidade, e que é investigada desde 2013. A partir daí foi possível localizar o universitário de 26 anos, que morava sozinho e não tinha antecedentes criminais.

“Esse indivíduo foi cooptado pela facção, por ser uma pessoa insuspeita, frequentador da ‘high society’ [alta sociedade], estudante de engenharia da Unisc (Universidade de Santa Cruz do Sul)”, afirmou o delegado, Luciano Menezes, que completa que o suspeito recebia dinheiro da facção criminosa para guardar o armamento.

Conforme a polícia, o local foi estrategicamente escolhido, próximo da rodovia, para possibilitar que as armas entrassem e saíssem da região sem efetivamente passar pela cidade. Os vizinhos relataram intensa movimentação no local.

Conforme o delegado, as armas estão avaliadas em R$ 3 milhões. “A apreensão é digna de dar inveja para as apreensões feitas no Rio de Janeiro. Então aqui é um retrato do poder da facção dentro de Santa Cruz do Sul, de Venâncio Aires e com uma incursão sendo iniciada no Vale do Taquari, em Lajeado”, comparou.

Depois de periciado, o armamento deve ser repassado para a Polícia Civil.

A quantidade de armas ainda é contabilizada, mas a soma já chega a mais de 15 fuzis de origens russa, romena e americana, além de 22 pistolas, carregadores e munições.

 

Comments

comments

Publicidade de Exemplo

Sobre administrador

Veja Também